Não é exagero algum dizer que, no mínimo, desde meados dos anos 80 o mundo vive uma verdadeira revolução tecnológica. E esse processo caminha em uma velocidade que nem os roteiristas mais criativos poderiam imaginar para seus filmes de ficção científica. Nessa esteira, surgiram profissões cuja demanda no mercado de trabalho só aumenta desde então. Uma delas é o profissional de Tecnologia da Informação.

Nos dias de hoje – e já há algum tempo – sua presença no mercado de trabalho é imprescindível em todo o planeta. E, claro, não seria diferente em um dos países que mais se desenvolve no mundo: Portugal. Esta localidade, aliás, vem tentando se consolidar como polo tecnológico. Para que isso se torne realidade, o governo criou um visto especial para atrair profissionais de tecnologia oriundos de fora da União Europeia.

Visa Tech

O visto, lançado há sete meses, foi batizado de Tech Visa e tem como um de seus principais alvos os profissionais de TI brasileiros. Além de ser menos burocrático do que muitos dos vistos de trabalho, o Tech Visa é também mais rápido, já que tem direito a uma fila acelerada para a análise dos processos.

Para ser elegível ao visto tecnológico, o candidato precisa ser recrutado por empresas que tenham aderido ao programa junto ao Ministério da Economia português. Nos cinco primeiros meses em vigor, 85 empresas se credenciaram e pelo menos outras dez estão em processo de análise no governo português.

Os portugueses apostam nas similaridades com o Brasil para levar a melhor. A proximidade cultural, o inverno pouco rigoroso e o fato de os dois países falarem a mesma língua são os trunfos lusos na hora de competir pelos cobiçados trabalhadores altamente qualificados do mercado tecnológico.

Empresas

Por se tratar de um mercado em franco crescimento, não são poucas as empresas abertas a contar com talentos brasileiros e de outros países. Confira uma lista e saiba desde já: as cidades em que elas estão concentradas são, em especial, isboa, Oeiras e Porto.

– Microsoft

– IBM

– Siemens

– Huawei Tech Portugal

– Farfetch

– OLX;

– Qbit

– Miniclip Portugal

– GFI Portugal

– Critical Software

– Webhelp

Os especialistas mais desejados são Programador/Developer, Web Developer, Mobile Developer, Especialista de Integração, Administrador de Sistemas, Especialista em Segurança, Especialista em Business Intelligence, Data Scientist, Especialista de Big Data, IT Manager, Infrastructure Manager.

Qualificação

Você já viu que há incentivos, diversas empresas e um mercado promissor. Mas não se iluda. Não basta ser brasileiro e “gostar de mexer em computador”. As companhias que abrem vagas exigem profissionais com pelo menos alguma experiência e, no mínimo, domínio completo do idioma inglês.

Salários

 Neste ponto é importante considerar alguns fatores. Primeiro é o fato de que, em relação a países como, por exemplo, a Alemanha, os salários são menores. Segundo: evidentemente são melhores que os pagos no Brasil. Por fim, os vencimentos no país ibérico permitem uma vida confortável e sem sustos. Em suma, não dá pra ficar rico, mas não passarás apertos.

Os salários médios na área de TI em Portugal variam entre 800€ a  2.500€ por mês. Enquanto o salário mínimo é de 600€.

Agora que você já sabe muita coisa a respeito do mercado de trabalho na área de TI em Portugal, saiba como chegar no país da melhor forma. Entre em contato com a Europa + Você! Contamos com pessoal altamente especializado nesse tipo de serviço e estamos prontos para fazer com que a sua mudança – definitiva ou temporária – para este ou outros países da Europa seja feita sem transtornos e maiores preocupações. Fale já com a gente!