Nada contra o Coliseu, a Torre Eiffel, o Palácio de Buckingham e outros pontos turísticos tradicionais e famosos da Europa, muito pelo contrário. Mas que tal conhecer um país que, embora muito visitado por pessoas de todo o mundo, ainda não é a primeira opção mais comum quando brasileiros pensam em sua primeira viagem ao Velho Continente?

Estamos falando da Irlanda e nos parágrafos abaixo desafiamos você a não terminar o texto pesquisando preços de pacotes de turismo para conhecer o que há de melhor e mais bonito na Ilha Esmeralda.

A primeira grande vantagem de “turistar” pela Irlanda é o fato de que há diversas atrações concentradas em um território pequeno. De carro, é possível atravessar o país inteiro em pouco mais de seis horas. Ou seja, com organização dá pra conhecer diversos locais até em um único fim de semana. Sem mais delongas, vamos a alguns dos principais:

DUBLIN

A capital da Irlanda é uma cidade extremamente que, sem exagerar, parece viver permanentemente em festa. Não é muito exagerado dizer que a cada dois quarteirões você encontrará um pub ou uma festa em plena rua. Além disso, a cidade tem uma das mais fascinantes misturas de tradição com modernidade do continente. As dicas na cidade são o Temple Bar, a Fábrica da cerveja Guiness, o Castelo de Dublin, o Phoenix Park e a Trinity College Library.

GALWAY

Tama da música Galway Girl, do astro pop Ed Sheeran, Galway é uma das cidades mais encantadoras da Europa. À primeira vista o que há de melhor a fazer na localidade é aproveitar o irresistível clima de interior, mas não se contente apenas com manhãs de café e contemplação. Visite a Eyre Square, o Museu da Cidade de Galway, a Galway Cathedral. Para contemplar, a Galway Bay é uma ótima pedida. De vez em quando até o sol aparece para se pôr nos fins de tarde.

CORK

Tão pequena quanto charmosa, Cork é chamada de mini-Dublin justamente por ser uma versão “pocket” da capital. Assim como na maior cidade do país, tradição e modernidade dão o tom. Para deixar um pouco o clima urbano, visite os muitos castelos nas redondezas e não deixe de ir também ao Cork Butter Musem. Calma, você não leu errado. Em Cork há um “Museu da Manteiga”!

BELFAST

Você já saiu do Brasil e foi à Irlanda, então por que não dar uma esticadinha e, em duas horas de carro, ir à Irlanda do Norte, não é mesmo? Se ainda estás perguntando as razões, seguem algumas delas: O Titanic Museum, The Peace Wall (O muro histórico que separa católicos de protestantes) e o Botanic Gardens.

OUTRAS DICAS

Cliffs of Moher – Trata-se de uma das maiores atrações turísticas da Irlanda. Um conjunto de penhascos com uma vista hipnotizante a apenas duas horas de carro do centro de Dublin.

Giant’s Causeway – Nada menos que 40 mil colunas de basalto, resultantes de uma erupção vulcânica ocorrida há milhões de anos que, juntas, formam uma grande calçada. Fica na província de Ulster, a 166 quilômetros da capital.

REQUISITOS

Para passear pela Irlanda não é necessário visto, a não ser que você vá passar mais de três meses no país. Caso contrário, basta apresentar os seguintes documentos:

– Passaporte (com validade superior a seis meses após a data de saída prevista da Irlanda).

– Passagem de ida e volta.

– Seguro saúde internacional.

– Comprovação de acomodação.

– Dinheiro para se manter durante a estadia.

E aí, malas prontas? Então viaje com a certeza de que não haverá problemas com a sua permanência na Ilha Esmeralda. Para isso, entre agora mesmo em contato com a Europa + Você! Nossos profissionais possuem o mais alto grau de qualificação e estão a postos para te  atender a contento e transformar em realidade o seu sonho de conhecer este e outros destinos! Fale já conosco!